Jesus

Jesus
O Leão da tribo de Judá

mais

Visitantes

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Reunião com Líderança em São Paulo

Bispo Jerônimo Alves, secretário municipal Walter Feldman e jogador de futebol Marcelinho Carioca marcam presença na reunião com a liderança da Força Jovem



O encontro com a liderança paulista da Força Jovem, realizado na Nave Auxiliar da Matriz Brás, na última segunda-feira, 17 de novembro, recebeu a presença de ilustres convidados. O presidente da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Jerônimo Alves fez a abertura da reunião, onde realizou uma oração especial por todos que estavam presentes e falou sobre os projetos e do trabalho social da igreja que com a ajuda da Força Jovem, está colaborando com as famílias que foram vítimas das enchentes que ocorreram no Estado de Santa Catarina. O bispo apresentou um vídeo com a música que os cantores da Line Records Regis Danese, Robinson Monteiro, Marcelo Nascimento, Mara Maravilha e outros fizeram para ajudar as muitas famílias que ainda sofrem devido às perdas que tiveram com as fortes chuvas.


Durante a noite especial, o secretário dos Esportes da Cidade de São Paulo, Walter Feldman, destacou sua admiração ao trabalho da Força Jovem, inclusive agradeceu a presença de todos os integrantes na Virada Esportiva 2009.


"Poucas vezes na vida eu fui recebido com tanta alegria e com manifestações fortes de sincera amizade. A presença de vocês na Virada Esportiva foi uma grande confraternização. A juventude é o futuro do mundo e vivemos tempos difíceis em que a droga tem uma presença forte na sociedade. Os jovens carecem de atividades esportivas e culturais para que possam ser pessoas melhores. Foi aqui na Força Jovem que eu encontrei muita inspiração. As centenas de atividades que a Força Jovem realiza hoje é um exemplo para governo", declarou, acrescentando que muitos outros eventos estão por vir, inclusive, com premiações como viagens e cruzeiros e ele espera a participação dos membros da Força Jovem".


Em seguida, o secretário apresentou o sobrinho Fabrício, que morou nos Estados Unidos durante três anos, onde aprendeu a tocar bateria e se tornou evangélico. Na oportunidade, em um improviso com a Banda Jovem Sampa, Fabrício arrebentou na bateria e levou toda a galera, com mais de 1500 pessoas, a sair do chão.


Depois disso, o bispo Jerônimo também agradeceu a presença do jogador de futebol Marcelinho Carioca que estava presente na reunião, porém, o atleta fez questão de elogiar o trabalho realizado pela Força Jovem e falou sobre a sua admiração pela Igreja Universal.


"Estou muito feliz por estar aqui com vocês nesta noite e poder ver que a juventude está sendo alicerçada e doutrinada no altar do Senhor Jesus. Antes de conhecer a Igreja Universal, eu criticava, falava mal, chamava os pastores de ladrões, mas ao freqüentar as reuniões, eu mudei o meu conceito".


Emocionado, ele contou que participou três vezes da Campanha de Israel e obteve grandes vitórias que para aos olhos humanos eram impossíveis.


"A primeira vez que participei de uma Fogueira Santa foi em Brasília. Eu estava em uma situação muito complicada, uma pendência com a Justiça e tinha que pagar 7 milhões de reais. Então, fiz um desafio grande e Deus me honrou. Fui chamado para fazer um acordo, não precisei pagar os 7 milhões e ainda ganhei 2 milhões de reais.


A segunda Campanha de Israel, fiz no Rio de Janeiro. Era impossível eu receber um dinheiro por ter trabalhado em outro país e nem mesmo os advogados acreditavam que eu conseguiria. Porém, nesta Campanha, o bispo perguntou quem teria fé para oferecer a Deus um sacrifício e receber 10 vezes mais e eu acreditei. Sacrifiquei a Deus e mesmo sendo criticado pelo meu pai devido esta minha atitude, Jesus fez o milagre acontecer e recebi uma quantia milionária. Eu investi no Reino de Deus e Jesus me deu a vitória. Hoje meu pai me acompanha na fé e é isso que temos que fazer: não nos intimidar com os ataques, com as perseguições contra a igreja. Se nos calarmos, as pedras vão clamar. Tudo o que tenho hoje, devo a Deus e o mais importante em minha vida não foram os gols ou os títulos, mas ter aceitado o Senhor Jesus como único senhor e salvador da minha alma, relatou".


Após o testemunho do jogador, o pastor Rafael Cavina, coordenador da Força Jovem Brasil, deu continuidade à reunião com os líderes da Força Jovem e com base na passagem descrita no livro de Jeremias, orientou a todos que não podem se sentir inferiorizados, pois Deus os escolheu para vencer e conta com cada um para o crescimento desta missão tão importante que é ganhar almas para o Senhor Jesus, realizando logo após, uma oração para um grande fortelecimento espiritual.
O pastor Jean Madeira, responsável pela Força Jovem do Estado, finalizou o evento com um clamor especial em prol da Força Jovem e por todos que fazem parte dela, pedindo a Deus para fazer grande milagres e realizar os sonhos, ainda que impossíveis aos olhos humanos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário